Acostumado a rodar o mundo com uma câmera nas mãos, o fotógrafo francês Rehahn Croquevielle encontrou em uma de suas viagens uma etnia chamada Bajau, um povo que vive literalmente sobre as águas cristalinas do sudeste asiático e têm o oceano como principal fonte de vida.

Localizados por toda a região do Triângulo dos Corais, em países como Indonésia, Malásia e Filipinas, esses ciganos do mar se adaptaram  a viver em condições extremamente difíceis e lutam para serem livres, apesar de toda a pressão que sofrem dos governos locais para deixarem a região.

Contrariando todos os graves problemas econômicos e de subsistência que enfrentam, as belas imagens de Rehahn mostram o lado mais brilhante do cotidiano dessas pessoas, onde existem crianças verdadeiramente felizes ao crescerem e brincarem em meio a este paraíso tropical.

Acompanhe nas fotografias abaixo:

tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (7) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (8) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (9) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (10) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (11) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (1) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (2) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (3) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (4) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (5) tribo_bajau_fotos_rehahn_croquevielle_tramp (6)